Eu quero morar em Skyrim

Publicado: 8 março, 2012 em Games, Originalidade

Já estou jogando Skyrim a quase uma semana, e nos poucos momentos de tempo livre que possuo, já deu pra perceber que o jogo melhorou o seu antecessor, Oblivion, em muitos aspectos.

A jogabilidade ficou mais simples. Algumas coisas que adicionavam complexidade (como o desgaste de armas e minigames de lábia) foram removidas em prol de uma mecânica mais amigável aos iniciantes na franquia. Os fãs mais fervorosos podem achar ruim este tipo de mudança, mas eu acho que é mais um reflexo da vida que os gamers mais velhos levam hoje em dia. Já temos que dividir o tempo entre família, trabalho e os jogos, e ter que se preocupar com esses detalhes em um jogo eletrônico não é sempre tão satisfatório. Lembro que gostei do mesmo tipo de simplificação do GTA IV em relação ao San Andreas.

Os gráficos estão muito mais bonitos! Em Oblivion, um jogo de 2006, os gráficos já eram impressionantes, e a barra subiu ainda mais com Skyrim. A ambientação do jogo (as montanhas geladas, ao norte [CONFIRMAR] de Tamriel) contribui muito, as cadeias de montanhas geladas contrastando com a luz do sol são de deixar o queixo caído. Podemos ver aves voando no céu, vida selvagem pelas florestas, e quando estamos numa montanha mais alta, o vento passando rasante pelas cadeias rochosas. Tudo contribuindo para inserir o jogador naquele universo. Melhor que isso, só jogando em época fria. Chega logo junho :-D!

Isso porque estou jogando em um PS3, só posso imaginar como é a experiência em um PC com hardware adequado, com todas as configurações no máximo.

Minha personagem, como disse no post anterior, é uma Wood Elf, raça que (segundo o jogo) é mais adequada ao uso de arco-e-flecha. É satisfatório poder limpar uma dungeon inteira praticamente usando só furtividade e flechadas certeiras na cabeça, sem que nenhuma alma viva perceba que você esteve por lá. Para complementar, futuramente devo ensiná-la a utilizar magias da classe Illusion, como a de invisibilidade.

Dois pontos que quero melhorar para aumentar a eficácia da minha Wood Elf são:

1) Alquimia (habilidade de fazer poções e venenos): se o seu alvo não for um humano, um mero lobo, ou algum inseto, uma flechada certeira às vezes não dá conta, envenenar uma flecha aumenta e muito o seu poder de ataque. Derrubar trolls, leões-da-montanha e aranhas gigantes, por exemplo, fica muito mais fácil com uma flecha envenenada. Eles podem não cair na primeira flechada, mas serão enfraquecidos o bastante para uma segunda flechada ou até uma espadada / magia terminar o serviço.

2) Magias da classe Destruction: utilizo como um complemento quando as flechadas não dão conta e preciso “cair na mão” com os inimigos. A magia ainda está muito fraquinha, funcionando bem só contra alguns tipos de monstros mais fracos, como os Draughs. Tenho preferência pela magia Flames.

Já matei dois dragões, sou oficialmente um Dragonborn. E já recebi treinamento dos Graybeards para aperfeiçoar a habilidade inerente aos Dragonborns: os Shouts.

A foto a seguir foi o que inspirou o título deste post:

As cadeias de montanhas de Skyrim, banhadas pelo pôr-do-sol.

Direto da minha TV.

Eu particularmente adoro o clima mais frio, logo minha preferência por serra, regiões montanhosas, onde o clima é mais ameno. O clima de Skyrim está longe de ser ameno, mas suas belíssimas paisagens e a era medieval que sempre me encantou quando criança, me fazem querer morar lá.

Em breve mais posts sobre essa incrível aventura.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s